Regulamento interno

Pré – Escolar / 1º Ciclo do Ensino Básico

 

Aos Encarregados de Educação, Pais e Avós…

Fazer Crescer para um Mundo Melhor. É nossa convicção de que sozinhos daríamos uma educação insuficiente e incompleta, só com a colaboração de todos podemos concretizar este nosso objetivo. Obrigado pela vossa confiança!

Da nossa parte tudo faremos para que as nossas crianças sejam escutadas, compreendidas, respeitadas; tratadas com equidade e justiça; as suas aptidões naturais e espírito criativo sejam conhecidas e desenvolvidas, esperando contribuir para que o carácter de cada um, seja integro, responsável e honesto.
Temos uma equipa que se propõe:

 

Ensinar – Educar para a Cidadania – Elevar a Cultura

A todos vós, Encarregados de Educação, Pais e Avós, pedimos a colaboração através do vosso interesse e acompanhamento pelas várias atividades do colégio; pela leitura atenta das nossas normas de funcionamento e que as cumpram e transmitam aos vossos filhos e netos; que connosco partilhem a responsabilidade de criar regras de convivência e de as fazerem cumprir também para além do espaço escola.
Será da vossa colaboração connosco que juntos conseguiremos melhorar a qualidade do serviço que prestamos.

 

                                                                                                                                         A Direção
 
  • 1. Ensino

O Externato Miguel Ângelo é um estabelecimento de ensino particular, cuja formação curricular abrange crianças a partir dos 3 anos de idade, nas valências de Pré-Escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico.

 

  • 2. Inscrição / Matrícula

2.1. As pré-inscrições são provisórias não obrigando o colégio nem os Encarregados de Educação a manterem o estabelecido à data da pré-inscrição.

2.2. A matrícula é anual. O valor da matrícula não é reembolsável em caso de desistência.

2.3. A matrícula de um aluno pressupõe a aceitação, por parte do Encarregado de Educação, das normas do Regulamento Interno.

2.4. O colégio reserva-se o direito de não aceitar a renovação da matrícula dos alunos:

2.4.1. Que não manifestem um comportamento correto e educado para com os funcionários e outros alunos do colégio.

2.4.2. Cujos Encarregados de Educação manifestem uma conduta pautada por falta de civismo dentro do colégio.

2.4.3. Cujos Encarregados de Educação não tenham mensalidades regularizadas.

2.5. Só em casos de anulação de matrícula (por escrito) ficará suspensa a obrigatoriedade do pagamento das mensalidades. Neste caso o aluno ficará desvinculado do Externato Miguel Ângelo só podendo reentrar efectuando nova matrícula, sujeita a vaga.

 

  • 3. Mensalidades

3.1. O valor da mensalidade será calculado pela Direção, no 1º mês de cada ano lectivo.

3.2. O valor das mensalidades está estabelecido em tabela.

3.3. O prazo de pagamento da mensalidade decorre até dia 8 de cada mês.

3.4. O único mês em que será cobrada meia mensalidade é o mês de Agosto, em virtude de estarmos fechados na primeira quinzena.

3.5. O Externato Miguel Ângelo reserva-se o direito de estabelecer sanções e penalidades:

3.51. O não pagamento na data prevista, implicará o pagamento de uma taxa adicional.
4.5.2. Mantendo-se a situação de incumprimento por mais de um mês, a colégio reserva-se ainda o direito de suspender a frequência do aluno.

3.6. Em caso de ausência prolongada do aluno ,por doença ou outro motivo devidamente justificado, as refeições serão debitadas à unidade. 

3.7. Os irmãos beneficiarão de um desconto que poderá ser consultado na tabela anual de preços.

3.8. Quaisquer outros casos de alteração ou redução serão sempre objeto de deliberação pontual e ponderada da Direção, não constituindo qualquer decisão precedente face a casos idênticos e futuros.

3.9. O pagamento da mensalidade do mês de Julho, será efectuado antecipadamente, distribuído nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março.

3.10. A renovação da matrícula será efectuada entre Abril e Junho.

3.11. Após a inscrição do aluno, mesmo que não frequente desde o início do ano letivo, deverão os Encarregados de Educação efectuar o pagamento da mensalidade a partir do mês de Setembro, salvo situações excepcionais previamente acordadas com a Direção.

3.12. O valor das Atividades Extra-Curriculares em que o aluno estiver inscrito, será incluído no recibo da mensalidade.

3.13. As taxas de material serão debitadas trimestralmente.

Em caso de dúvida consulte a nossa tabela de preços.

 

  • 4. Atividades

O Externato Miguel Ângelo, para além das atividades de Ensino Curricular promove Atividades Curriculares e Atividades Extra Curriculares conforme as valências:

 
 Pré-Escolar
 Ensino Básico
 Actividades Curriculares
Educação Física
Música
Inglês
Musica
Educação Física
Expressão Plástica
Actividades Extra Curriculares
Natação
Inglês
Ballet
Karaté
Natação
Ballet
Karaté

4.1. Os horários destas actividades serão anualmente revistos e afixados.

4.2. Nas atividades desenvolvidas pelo colégio, participarão todos os alunos que nesse mesmo dia estiverem presentes desde que não tenha havido comunicação em contrário do Encarregado de Educação.

4.2.3. Visitas de estudo

4.2.3.1. Algumas das nossas atividades são desenvolvidas fora do colégio pelo que os Encarregados de Educação serão avisados previamente da data das deslocações por circular.

4.2.3.2. Para as deslocações fora do colégio consideramos apenas autorizadas as crianças que os Encarregados de Educação tenham assinado a autorização.

 

  • 5. Horário de funcionamento

Abertura 07h30m
Encerramento 19h30m

5.1. As atividades pedagógicas e lectivas decorrerão de segunda a sexta-feira nos seguintes horários:
Pré-Escolar: das 9h30m às 16h
Ensino Básico: 9h/9h30 às 16h30m/17h00m

5.2. As Atividades Extra-Curriculares decorrerão de segunda a sexta-feira entre as 9h e as 18.00h.

5.3. O aluno deverá ser assíduo e pontual, comparecendo de forma a estar na sala para iniciar as atividades no horário definido para início das mesmas.

5.4. Só um motivo de força maior, poderá justificar um atraso que leve a interromper as atividades prejudicando o próprio aluno e os seus colegas.

5.5. Os Encarregados de Educação acompanham o aluno à porta da sala, para lhe vestir o bibe e pendurar os seus pertences no cabide respetivo.

5.6. O período de intervalo para almoço varia consoante o nível de ensino e está definido no horário de cada sala.

5.7. Na entrevista de admissão será definido para cada aluno um horário que concilie as necessidades específicas de cada família, com os horários de abertura e fecho do colégio.

5.8. Sempre que o aluno permaneça no colégio após a hora de encerramento (19h30m) poderá ser aplicada uma taxa adicional na mensalidade.

 

  • 6. Encerramento

6.1. O colégio encerrará a partir do último dia útil do mês de Julho a 15 de Agosto inclusive.

6.2. Durante o mês de Setembro serão afixadas as datas de encerramento do colégio.

6.3. Os Encarregados de Educação que pretendam a frequência dos alunos durante o período de Agosto em que o colégio estiver a funcionar, deverão avisar a Direção até ao dia 31 de Maio do ano referente.

 

  • 7. Faltas

7.1. Para facilitar a coordenação das atividades pedagógicas, todas as faltas deverão ser sempre que possível comunicadas.

7.2. No caso de ausência superior a 3 dias, só é permitido o reinício da frequência após apresentação de cabal justificação.

7.3. No caso de ausência se devera motivos de saúde, será obrigatória a apresentação de Declaração Médica.

 

  • 8. Alimentação

8.1. Durante a permanência do aluno no colégio, ser-lhe-ão servidas as refeições do almoço e lanche. Nos casos em que tal se venha a verificar necessário, será dado um pequeno suplemento ao fim do dia.

8.2. A ementa será afixada no início de cada semana.

8.3. Quando, por qualquer razão exterior, o aluno não possa tomar a refeição do colégio, deve o Encarregado de Educação avisar logo de manhã para que possa ser preparado o prato de dieta.

8.4. Os alunos que trazem alimentação de casa, devem trazê-la devidamente acondicionada e identificada. Terá de vir aquecida e dentro de termos.

8.5. No aniversário do aluno os Encarregados de Educação, que o queiram fazer, podem trazer bolo de aniversário, mas não poderá ter cremes.

 

  • 9. Saúde

9.1. Durante o ano letivo, e sempre que a criança apresente o seu estado de saúde alterado, podendo por essa razão criar problemas a outras crianças que frequentem o colégio, poderá a Educadora/Professora responsável pela sala recusar a permanência dessa criança na escola, até que seja comprovado, por Declaração Médica, o seu bom estado de saúde. Também se aplica esta norma nos casos de pediculose infantil.

9.2. Só em casos de absoluta necessidade serão dados medicamentos, que deverão estar bem acondicionados e devidamente especificados com nome, hora, quantidade e colocados nos locais indicados.

9.3. Os medicamentos que são dados aos alunos são da inteira responsabilidade dos pais e consequentemente do médico assistente.

9.4. Em caso de acidente o colégio tomará imediatamente as providências que a situação requerer.
As normas de procedimento a ter em situações de sinistro serão as seguintes:

  • Em caso que aparente gravidade será accionado o sistema de urgência 112.
  • Em caso de não necessitar de cuidados urgentes imediatos, poderá a Educadora/Professora ou Auxiliar da sala recorrer ao posto médico e ou recorrer à urgência de um hospital civil.
  • Em qualquer um dos casos dar-se-á sempre conhecimento aos Encarregados de Educação a fim de os mesmos poderem participar no tratamento da situação.
  • Sempre que um aluno recorra a uma urgência hospitalar ou a um centro de saúde será acionado o seguro escolar.

9.5. Todos os alunos que frequentem o Externato Miguel Ângelo estão cobertos por um Seguro Escolar, neste momento da responsabilidade da Companhia de Seguros Império-Bonança.

 

  • 10. Vestuário

10.1. Os alunos do Pré-Escolar deverão sempre usar bata e chapéu da escola, devidamente identificados.
Os alunos do Ensino Básico devem vestir farda devidamente identificada, que pode ser adquirida na secretaria.

10.2. Os alunos devem usar o equipamento de Educação Física modelo do colégio (calção azul escuro, camisola da escola e sapatilhas) em bom estado de conservação e higiene, tendo o professor da atividade o direito de não permitir a frequência do aluno que não esteja devidamente equipado.

10.3. Para as actividades de Natação, Ballet e Karaté o aluno deverá trazer o equipamento solicitado pelos professores responsáveis.

 

  • 11. Assuntos de carácter geral

11.1. À saída, os alunos só serão entregues aos Encarregados de Educação ou a pessoas previamente indicadas por eles.

11.2. Não se entregam alunos a crianças.

11.3. Os alunos mais velhos poderão sair do colégio, mediante prévia autorização escrita pelo seu Encarregado de Educação.

11.4. Todos os assuntos respeitantes às salas deverão ser tratados com a respectiva Educadora/Professora em hora de atendimento previamente marcada.

11.5. As crianças não devem ser portadoras de objetos de valor (ouro, prata, etc.), pela conservação dos quais o pessoal do colégio não poderá ser responsabilizado. O mesmo se aplica aos brinquedos e vestuário.
Não são permitidos jogos eletrónicos, nem consolas.

10.6. Não poderá ser imputada ao colégio, a perda por troca, extravio ou quebra, de quaisquer bens ou objetos, incluindo óculos e/ou próteses de qualquer natureza, acresce o fato de o Seguro também não assumir esses prejuízos. Pede-se por isso a compreensão dos Encarregados de Educação no sentido de que as crianças não tragam para o colégio objetos para além dos indispensáveis.

11.7. Deverá ser combinada previamente com a Educadora/Professora do aluno qualquer reunião que os pais acharem conveniente e necessário.

11.8. Para qualquer situação que não esteja mencionada nestas normas, deverão os Encarregados de Educação contactar a Direção.

As normas entraram em vigor no dia 1 de Setembro de 2007, são revistas anualmente, sempre que tal se justifique.
A Direção tem poderes para alterar as regras vigentes desde que comunique previamente aos Encarregados de Educação.

 

                                                                                                                   Carcavelos, 30 de Maio de 2007